Kit Turbo – Aprecie com moderação

junho 10, 2008

Lobini H1

Com seu 1.8 Turbo 20V de 180 cv, o Golf GTI é rápido. Imagine o mesmo motor num carro 330 kg mais leve que o hatch da Volkswagen tracionando as rodas traseiras. Essa é a receita – bem apimentada – do Lobini H1.

Além de retoques visuais, como nos faróis e na tampa de combustível, o cupê esportivo ganhou novo kit aerodinâmico e caixa de direção mais linear. Por R$ 170.000, o esportivo feito artesanalmente (no máximo duas unidades por mês) em Cotia, na Grande São Paulo, acelera de 0 a 100 km/h em menos de 6 segundos, de acordo com a fábrica. Já o Golf cumpre a mesma tarefa em ‘longos’ 7,5 segundos.

Essa diferença de performance mostra bem o poder de aceleração do H1. Seja qual for a marcha engatada, é fácil de se sentir a força do propulsor. Em especial a partir dos 1.950 giros, quando se atinge o torque máximo, de 24 mkgf, e a turbina já está em ação.

A sensação de velocidade é aumentada pelo ruído do motor central traseiro, pouco atrás da cabeça. A posição baixa de dirigir, típica de superesportivos, também colabora. O banco concha é praticamente pregado no assoalho e os pés ficam quase na mesma altura do quadril. O volante é regulável em altura e profundidade e os instrumentos acompanham a coluna. Estranho é o acelerador, bem mais longe do motorista que o pedal do freio, dificultando o trabalho dos pés.

A cabine, para dois ocupantes, é apertada. O maior problema é o vão para as pernas, muito pequeno por causa das caixas de roda que invadem o interior. O passageiro é quem sofre mais, pois o extintor deixa ainda menos espaço.

Para completar a falta de conforto, a dureza da suspensão é amplificada pelo perfil 45 dos pneus 205 na frente e 225 atrás, montados em rodas de 17 polegadas.

Mas é essa firmeza que faz o carro contornar curvas sem inclinar a carroceria. Só que não é fácil andar rápido com o Lobini. Sem freios ABS ou controle de tração, o H1 é arisco como um carro de corrida. Para a traseira sair, qualquer provocação basta. Hidráulica, a direção continua ultradireta. Bom em curvas, mas quase perigoso acima de 100 km/h.

Ar-condicionado, trio elétrico, toca-CD da Alpine e a capota removível, que faz o carro virar targa, estão entre os itens de série. Alguns dos opcionais são faróis de xenônio, sensor de estacionamento e navegador GPS.

Mais informações sobre Carros tunados acesse:

www.kitfarolxenon.com.br

Anúncios

KIT TURBO ASTRA 2002 1.8 TURBO COM 0,7KG NO HPI

junho 5, 2008

ASTRA 2002 1.8 TURBO COM 0,7KG NO HPI

Astra 2002 Turbo com uma preparação básica.

Este Astra roda nas ruas de Belo Horizonte e foi feito pela Cav Car, responsável pela montagem do Chevectra. Um kit básico foi colocado sem bico suplementar. Digamos, o mais barato dos kits Turbo. O uso de um dosador HPI foi utilizado para que a pressão na linha de combustível suba quando se tem pressão positiva no sistema. Esse sistema tem a limitação de não poder usar muita pressão, pois os bicos originais não conseguem suprir o combustível necessário, mesmo aumentando-se o tamanho dos mesmos. Neste caso aumentou-se o bico em torno de 40%. Assim sendo, pode ser usado para pressões mais baixas.

Uma Turbina APL 240 foi usada para pressurizar o sistema. Esta turbina é um pouco grande para este motor e esta pressão, usa 0.7 Kg, então a turbina demora um pouco a entrar e fica um pouco fora da faixa ideal de trabalho.

Com tudo isso o carro ficou com uma dirigibilidade muito boa, sem buracos, etc. Muito boa mesmo.

Traduzindo isso em números vocês podem verificar no gráfico como ficou o desempenho deste sistema.

http://www.automobil.com.br/Marca/Master-Power.aspx?Filtro=M169

KIT TURBO Golf GTI 1.8T com 262 HP

junho 5, 2008

KIT TURBO Golf GTI 1.8T com 262 HP

Golf GTI 1.8 T. Este motor se mostrou um dos mais versáteis da atualidade. Usado nos Golf, Audi A3 e A4 e passat, vem com 3 versões, 150 HP, 180 HP e 235 HP (Audi S3). Entretanto este motor tem um potencial incrível. Tendo vária receitas para se subir a potência.

O proprietário deste Golf queria um carro rápido nas ultrapassagens, subidas e confiável nas viagens longas. Então optaram por manter o carro a gasolina para ficar com o comportamento o mais suave possível e não exagerar na pressão. Vale lembrar que a receita deveria ser confiável de verdade porque quando o upgrade foi feito o carro tinha 120 mil kms rodados e o proprietário usa o carro em viagens longas.

A opção foi para se obter esta potência foi trocar a Turbina por uma K16, fazendo um coletor de escapamento especial para ela com escapamento todo em 2.5 polegadas. Um Chip feito pela Overspeed com curva de combustível e ponto foi feito especialmente para o carro.

A pressão subiu para 1.2 Kg de pico com retardo para 0.9 Kg. Como o carro iria permanecer a gasolina optaram por colocar um outro intercooler, como no S3. Com isso, mesmo sob acelerações fortes a temperatura do ar que entra no motor é de apenas 43 graus. Um filtro K&N substituiu o original para garantir melhor respiração. Além disso as velas de ignição foram substituídas por outras de grau térmico mais frios.

A embreagem também foi substituída por cerâmica para suportar os esforços de mais de 260 HP em Quinta marcha.

O conjunto se comportou muito bem. O que mais surpreendeu foi o aumento de torque em baixas rotações. Achamos que o benefício maior aconteceria em altas rotações já com mais pressão de Turbo, entretanto desde baixa se percebe um carro mais forte e com um torque excelente com meio pé no acelerador. Com o pé no fundo as costas realmente grudam no banco e o carro segue consistente até o início da faixa vermelha.

Carro Turbo – Kit Turbo

junho 5, 2008

No post anterior estávamos mostrando o Kit Turbo Gol, vamos agora as informações especificas:

Usa uma Turbina Pulsativa .42 e roda com 1.2 Kg, sem booster. O carro é injeção com os bicos de injeção originais substituídos por bicos do Monza a álcool e usa um bico suplementar de Santana, gerenciado por um controlador Digipulse. Para se manter uma pressão de combustível adequada uma bomba elétrica do Gol GTI assumiu o lugar da original.

O câmbio é um PVG (longo) o que faz com que a pressão positiva seja melhor aproveitada pelo carro, leve. Para manter isso no chão uma embreagem de cerâmica e um platô de 900 libras também foram usados. O escapamento dimensionado em 2.5 polagdas até o fim e velas BP9EGV completam a receita

Para se manter informado do funcionamento do motor, um manômetro de pressão de Turbo, óleo e combustível foram instalados no console, bem como um Medidor de Mistura e um Shift Litght, tudo Auto-Meter.

Para uma preparação relativamente simples o resultado foi surpreendente.

0 a 100 Km/h em 6.41
0 a 400 metros em 14.44 segundos a 174.56 Km/h

Kit Turbo Gol VW 1.2 KG

junho 5, 2008

Este Gol é ano 94. Carro de custo baixo, tanto no valor investido quanto na manutenção. O proprietário já comprou o carro Turbo. Segundo ele foi um achado, pois achar um carro preparado em bom estado realmente é difícil.

O motor é um 2.0 feito como toda preparação de primeiro nível usa um cabeçote trabalhado, tem 10.5 de taxa de compressão e usa o comando do Versailles, o que dá maior torque em baixas rotações. Tem polia regulável.

(Informações especificas sobre os acessórios desse GOL no próximo post)

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE ACESSÓRIO NO AUTOMOBIL

www.automobil.com.br

kit Turbo para Voyage AP Carburado

junho 5, 2008

kit Turbo para Voyage AP Carburado (Monofluxo)

Kit Turbo para carros da VW pelo melhor preço e o melhor em 10 vezes só no Automobil

Especificações:
01 Turbina APL (802124)
01 Coletor de Escape
01 Flange de Escape para Turbina
01 Válvula de Alívio
01 Saída de Escape Mono
01 Tubo de Pressão longo com Oring
01 Mangote de Pressão 2″
02 Abraçadeiras 51×64 mm
02 Abraçadeiras 19×27 mm
01 Abraçadeiras 64×83 mm
01 Aeroquipe de Óleo 1m
01 Aeroquipe de Ar 30cm
02 Conexões Ar / Óleo Reta
02 Conexões Ar / Óleo 90º
01 Dosador de Combustível Pequeno
01 Válvula de Prioridade
01 Tampa de Pressurização Giratória
01 Filtro de Ar
01 Entrada de Óleo
01 Saída de Óleo
01 Retorno de Carter
01 Manômetro de Pressão de Turbo 52mm Cronomac
01 Copinho para Manômetro
02 Niples de ar Nº6
01 Mangueira de Retorno
01 Suporte do Dosador
01 Mangueira de Manômetro

Estacionamento e freios fazem inflação do carro subir

junho 4, 2008

tualmente instalar uma turbina em um motor, constitui a principal forma de preparação quando se pensa em extrair maiores doses de potência,

IMC (Índice de Manutenção do Carro), mais conhecido como inflação do carro, medida pela agência AutoInforme, encerrou maio com uma alta de 0,38%. Em comparação a abril, a alta foi bem menor, mas no acumulado do ano o índice já está 2,91% maior.

Pode-se considerar um índice expressivo, superior ao do IPC (Índice de Preço ao Consumidor) da Fipe, que mede a inflação no varejo em São Paulo, que acumula alta de 2,66% de janeiro até a terceira quadrissemana de maio.

Os combustíveis, que têm o maior peso na manutenção e uso do carro (32% do total dos gastos), ficaram ligeiramente mais baratos em maio. O preço médio da gasolina caiu 0,3% e o do álcool 0,1%. O item que mais subiu no mês foi o serviço do estacionamento por hora, que ficou 6,7% mais caro.

Outro item da cesta de produtos e serviços que teve alta expressiva foi a lona de freio, com aumento de 5,4% nos últimos 30 dias. Por outro lado, os filtros – de óleo e de ar – tiveram queda de preço no mês, assim como bateria, pneus e pastilha de freio. Confira a tabela abaixo.

Fonte: uol

Kit turbo

maio 8, 2008

tualmente instalar uma turbina em um motor, constitui a principal forma de preparação quando se pensa em extrair maiores doses de potência,

Atualmente instalar uma turbina em um motor, constitui a principal forma de preparação quando se pensa em extrair maiores doses de potência, sem que se tenha que lançar mão de muitas modificações. Com esse equipamento é possível dobrar a potência de um motor sem fazer nenhuma alteração na sua parte interna. Obviamente que em situações como esta, a durabilidade das peças móveis internas (e mesmo algumas fixas) do motor pode sofrer uma redução considerável, particularmente determinada pela forma como o “novo” motor for tratado. Parte importante do resultado, vai depender do bom acerto do motor para que você não tenha quebras ou desgaste prematuro e fique na mão. A escolha de um bom profissional, também é um aspecto crucial.

Para adquirir peças acesse o site do AutoMobil.com.br

Intalar Kit Turbo SPA Opala / Caravan 4.1 6cc

maio 8, 2008

Recomendações para carros turbo-adaptados de uso urbano e diário:

* Motores originais na gasolina sem gerenciador de ponto de ignição: Não recomendamos instalação de kit turbo;

* Motores originais na gasolina com gerenciador de ponto de ignição: Pressão máxima de 0,6kg da turbina. Ganho de potência entre 50% e 70%;

* Motores originais ou convertidos para álcool sem gerenciador de ponto de ignição: Pressão máxima de 0,6kg da turbina. Ganho de potência entre 60% e 80%;

* Motores originais ou convertidos para álcool com gerenciado de ponto de ignição: Pressão máxima de 0,8kg da turbina. Ganho de potência entre 80% e 110%;

As pressões de turbina recomendadas são relativamente baixa em comparação com pressões usadas em carros de competições devido a margem de segurança e a não obrigatoriedade de substituir muitos componentes do carro para suportar a nova potência do motor, mesmo assim em alguns carros é necessário verificar a necessidade de trocar alguns componentes, os principais são freios e embreagem.

Componentes do kit:

Coletor de escape para turbina

Saída escape da turbina

Canos ou tampa de pressurização

Válvula de prioridade

Dosador HPI ou suporte de bico extra

Relógio de pressão do turbo

Copo do relógio

Mangueiras de pressurização

Braçadeiras

Aeroquipe de óleo

Retorno do óleo

Filtro Esportivo

Instalação do kit Turbo

maio 7, 2008

Acompanhe neste vídeo a intalação de kit turbo: